Educação Básica - Projetos e Artigos científicos ACESSAR

Candomblé da Bahia é retratado em exposição com obras de Carybé

Curta a agenda:
Curta o CEERT:
Imagem da mostra “Carybé: As Cores do Sagrado” / Créditos: Divulgação - Awúre

Ínicio: 09:00, Quinta, 26 de Janeiro de 2017
Término: 19:00, Terça, 28 de Fevereiro de 2017
Local: Caixa Cultural São Paulo: Praça da Sé, 111 - Sé, São Paulo - SP, 01001-001


As tradições do candomblé da Bahia vão ser retratadas em exposição. Com 50 obras do artista Carybé, a Caixa Cultural São Paulo abre a mostra “As Cores do Sagrado” a partir do dia próximo dia 10. A curadoria é de Solange Bernabó, filha de Carybé. A exposição já passou por Salvador, Recife e Rio de Janeiro. “Essa mostra não retrata o lado místico, fruto da imaginação de Carybé. Antes disso, é uma representação da realidade, a partir da observação do que, de fato, acontecia nos terreiros. Ele retratava com respeito e beleza as práticas da religião”, explica Solange.

As imagens foram produzidas ao longo de 30 anos de pesquisas, entre 1950 e 1980, e são registros de vivências pessoais do artista nos terreiros que frequentava. As casas estão entre as mais tradicionais da religiosidade de matriz africana, na tradição nagô, jeje e angola. Uma vez que não é permitido filmar ou fotografar cerimônias do candomblé, a memória fotográfica de Carybé foi o seu principal recurso para retratar com exatidão e riqueza de detalhes as práticas, desde os ritos de iniciação, passando pelas festas e incorporação dos orixás até os rituais fúnebres, em uma sequência didática dos cultos envolvidos.

Argentino de nascimento, carioca de criação e baiano por opção, Carybé foi um dos mais produtivos e inquietos artistas que o Brasil abrigou. Abaixo, imagens da mostra.

\

\

”As Cores do Sagrado” / Foto: Divulgação

\

”As Cores do Sagrado” / Foto: Divulgação

\

”As Cores do Sagrado” / Foto: Divulgação

“Carybé: As Cores do Sagrado”

Onde: Caixa Cultural São Paulo  -Praça da Sé, 111 – Centro

Abertura: 10 de dezembro de 2016 (sábado), às 11h

Visitação: 10 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017  -terça-feira a domingo – 9h às 19h

Curta a agenda:
Curta o CEERT: