EDITAL EQUIDADE RACIAL

ACESSAR

Mostra Multiplataforma “Corpos (In)visíveis: Entre a Dor e a Potência”

Curta a agenda:
Curta o CEERT:
Carol Coelho/ Imagem: Reprodução

Ínicio: 19:00, Segunda, 22 de Março de 2021
Término: 19:30, Sábado, 17 de Abril de 2021
Local: Veja a descrição na programação online e presencial


Abertas, neste domingo (14), as inscrições para a Mostra Multiplataforma sobre subjetividades e experiências coletivas negras e femininas com atividades gratuitas.

Promovendo oficinas, debates, videoinstalações e exposições fotográficas, o evento virtual abordará as vivências e o conjunto de violências que mulheres negras sofrem no Brasil.

Estão abertas, a partir deste domingo (14), as inscrições para as oficinas de Performance Negra feminina e Vivência de autocuidado feminino da Mostra Multiplataforma “Corpos (In)visíveis: Entre a Dor e a Potência”, que começa no dia 20 de março. Gratuito, o evento, que acontece nos formatos presencial e online, visa discutir as subjetividades, individualidades e experiências coletivas negras e femininas através de exposições fotográficas e de colagens, videoperformances artísticas, videoartes, depoimentos em vídeo, oficinas, lives e mesas de debate. 

Sob mediação da atriz e pesquisadora de performances negras femininas, Danielle Anatólio, a live, seguida de debate com o tema “Arte negra e ancestralidade”, abre a programação virtual, na segunda-feira, 22 de março, às 19h, com as participações das convidadas Sinara Rúbia e Simone Ricco, ambas educadoras étnico-raciais. Com transmissão ao vivo pelo Facebook (página Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos) e no Youtube (canal Corpos Invisíveis), o encontro abordará a importância da ancestralidade negra e feminina na arte produzida por mulheres, os temas e caminhos trilhados, o surgimento da representação feminina na cultura e na arte de matriz africana e o empretecer nos espaços da arte institucionalizada, midiática ou de audiência.

Na terça-feira, 23 de março, às 19h, também sob a mediação da atriz Danielle, acontece a live com o tema “Corpo, autocuidado feminino e (in)visibilidades”, com as participações de Dandara Barbosa; escritora, e Caroline Amanda Borges; educadora menstrual e consultora em educação e saúde sexual. O bate-papo virtual discutirá as formas de rompimento dos estereótipos de subalternidade impostos sobre corpos negros, gordos e fora dos padrões definidos pela branquitude e pelo patriarcado, e o autoconhecimento e o autocuidado feminino como um caminho necessário para a cura de corpos negros. A transmissão será ao vivo pelo Facebook (página Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos) e no Youtube (canal Corpos Invisíveis).

Pela quarta-feira do dia 24 de março, às 14h, acontece a oficina “Performance Negra feminina”. Para participar, basta se inscrever por meio do formulário disponível nas redes sociais Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos), entre os dias 14 e 21 de março. Online, a oficina, com 10 vagas, será pelo aplicativo Zoom. E, no dia 31 de março, às 14h, a oficina “Vivência de autocuidado feminino” encerra a programação virtual do evento. Com 15 vagas e transmissão também pelo aplicativo Zoom, a atividade será pelas redes sociais Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos). Ambas sob o comando da atriz Danielle Anatólio.

para participar da programação presencial da Mostra Multiplataforma “Corpos (In)visíveis: Entre a Dor e a Potência”, basta acessar os seus perfis nas redes sociais Corpos Invisíveis: (@invisiveis.corpos) e conferir os dias, horários e eventos a serem prestigiados.

PROGRAMAÇÃO ONLINE:

- ABERTURA

- LIVE-DEBATE 

Segunda-feira (22) de março às 19h | Arte Negra e Ancestralidade | Com intérprete de Libras.

Convidadas: Sinara Rúbia e Simone Ricco

Mediação: Danielle Anatólio

Local: Transmissão ao vivo pelo Facebook (página Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos) e no Youtube (canal Corpos Invisíveis).

Qual a importância da ancestralidade negra e feminina na arte produzida por mulheres? Quais os temas e caminhos trilhados? Como se dá a representação feminina na cultura e na arte de matriz africana? Como empretecer os espaços da arte institucionalizada, midiática ou de audiência? Nesse debate, conversaremos com Sinara Rúbia e Simone Ricco, com mediação de Danielle Anatólio.

Terça-feira (23) de março às 19h | Corpo, Autocuidado Feminino e (In)visibilidades | Com intérprete de Libras.

Convidadas: Dandara Barbosa e Caroline Amanda Borges

Mediação: Danielle Anatólio 

Local: Transmissão ao vivo pelo Facebook (página Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos) e no Youtube (canal Corpos Invisíveis).

Como rompemos com estereótipos de subalternidade impostos sobre corpos negros, gordos e fora dos padrões definidos pela branquitude e pelo patriarcado? Autoconhecimento e autocuidado feminino é um caminho necessário para a cura de nossos corpos, subjetividades e corações, desde sempre conectados. E não haverá tempo para luta e resistência coletivas se nosso emocional está adoecido.

OFICINAS

Quarta-feira (24) de março das 14h às 17h| Performance Negra Feminina, com Danielle Anatólio

10 vagas 

No aplicativo Zoom | Abertura das inscrições: de 14 a 21/03, por meio de formulário que será disponibilizado nas redes sociais Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos

Quarta-feira (31) de março das 14h às 17h | Vivência de Autocuidado Feminino, com Danielle Anatólio.

15 vagas

No aplicativo Zoom | Abertura das inscrições: de 14 a 21/03, por meio de formulário que será disponibilizado nas redes sociais Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos

Vamos discutir autoestima e autocuidado a partir da ancestralidade africana e matriarcal e do pensamento decolonial afro diaspórico? Convidamos você para essa conversa com Dandara Barbosa e Caroline Amanda Borges, com mediação de Danielle Anatólio.

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL 

SERVIÇO 

Mostra Multidisciplinar e Multiplataforma Corpos (In)visíveis: Entre a dor e a potência

Local: Lona Cultural Municipal Terra - Guadalupe

Endereço: Marcos de Macedo, s/nº - Guadalupe, Rio de Janeiro - RJ, 21660-020

Data:  20 de março a 17 de abril

Abertura da Mostra: sábado (20) de março, de 11h às 17h

Encerramento: sábado (17) de abril, de 11h às 17h

Horários de Visitação: Quinta e sexta, de 11h às 19h30, sábado e domingo, de 11h às 17h

Classificação: Livre

Entrada:  gratuita

 

Curta a agenda:
Curta o CEERT: