Programa Prosseguir 2ª Edição

conheça

2ª edição de Novembro Negro e o caso de Luana Barbosa

Autor: Lucas Veloso Data da postagem: 12:00 25/11/2019 Visualizacões: 324
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
2ª edição de Novembro Negro e o caso de Luana Barbosa/imagem: Reprodução - Alma Preta

A programação conta com debate gratuito e espetáculo sobre mulheres encarceradas

O Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) promove nos dias 19 de novembro e 1º de dezembro a segunda edição do “Novembro Negro”, com atividades em São Paulo que marcam o Mês da Consciência Negra.

No dia 19 de novembro, às 19h, haverá o debate “Necropolíticas raciais: aspectos legais e dor pública no caso Luana Barbosa dos Reis Santos”.

Negra, lésbica e moradora da periferia, Luana Barbosa foi abordada por policiais militares na periferia de Ribeirão Preto quando levava seu filho, de 14 anos, à aula de informática. A vítima foi espancada após solicitar presença policial feminina para ser revistada - o procedimento para revista feminina é estabelecido pela legislação brasileira.

Depois de ter sido agredida durante a abordagem, a mulher foi encaminhada à Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE), mas morreu cinco dias após o episódio.
O debate é gratuito e contará com advogados do caso e o filho de Luana Barbosa. O evento acontece no auditório do IBCCRIM, mas terá transmissão ao vivo pelo Facebook.

No dia 1º de dezembro, o espetáculo “Reclusa”, do Coletivo Zona Agbara, compõe a programação do Novembro Negro, com reflexões sobre o encarceramento feminino no Brasil, onde mais de 60% das mulheres privadas de liberdade são negras. O evento acontece às 18h na SP Escola de Teatro, localizado na Praça Franklin Roosevelt, 210, na cidade de São Paulo.

Serviço

19/11, às 19h | Debate: Necropolíticas raciais: aspectos legais e dor pública no caso Luana Barbosa dos Reis Santos | Local: Auditório do IBCCRIM - Rua Onze de Agosto, 52 - 2º andar - Sé - São Paulo (SP)

01/12, às 18h | Espetáculo - Reclusa, do Coletivo Zona Agbara | Local: SP Escola de Teatro: Praça Franklin Roosevelt, 210

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: