Chamada Pública: ReIntegrar com equidade de raça e gênero para egressos do sistema carcerário ACESSAR

Exposição retrata espaços da juventude negra na sociedade em Juiz de Fora

Autor: Redação G1 Data da postagem: 10:20 25/08/2021 Visualizacões: 165
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Exposição retrata espaços da população negra em Juiz de Fora/Foto: Prefeitura de Juiz de Fora - Reprodução - G1

A mostra 'Voz Ativa' foi montada em celebração ao mês da juventude, e permanece aberta para visitação até o fim de agosto. Saiba mais.

Em comemoração ao mês da juventude, está em cartaz no Espaço Cidadão, a exposição fotográfica "Voz Ativa", em Juiz de Fora.

Promovida pela Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) da Prefeitura de Juiz de Fora, a mostra fica aberta para visitação até o fim deste mês de agosto.

A exposição é promovida por meio das coordenações de Políticas para a Juventude e para a Igualdade Racial, e tem como objetivo retratar espaços que os jovens negros ocupam na sociedade.

São 15 cartazes expostos no pátio do setor de atendimento ao público do Espaço Cidadão, sendo 13 com fotografias de jovens e reflexões produzidas por cada um desses participantes.

As obras representam seus diversos espaços de inserção na sociedade, e dois deles contendo trechos da música “Voz Ativa” dos Racionais Mcs, o que inspirou o título.

Integrando a programação do mês da juventude "Mais Juventudes, Mais Democracia", a mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

“Esta exposição vem mesmo com esta pegada de refletir sobre esses espaços nos quais os jovens negros estão inseridos e frisar que essa juventude negra está ocupando seus espaços, apesar da necessidade de que estas pessoas ocupem ainda mais esses espaços", explicou a coordenadora de Políticas para a Juventude da SEDH, Luiza Gonçalves Lovisi Travassos.

"Essa retratação desses espaços de inserção é feita por meio das reflexões desses próprios jovens, sobre seus espaços já conquistados, mas também alerta para a necessidade de superação do racismo estrutural vivenciado na nossa sociedade e para ampliação da voz e dos espaços destes jovens negros", completou.

Já o coordenador de Políticas para Igualdade Racial da SEDH, Jair Eduardo de Lima, ressaltou a importância da participação dos jovens negros em todos os setores da sociedade.

“A juventude negra brasileira é parte imensurável da sociedade, nossos jovens são revolucionários e devemos sempre acreditar na sua força que, com respeito, vem transformando e mostrando que todas as áreas e espaços também são dos jovens negros e negras", afirmou Jair.

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: