Chamada Pública: ReIntegrar com equidade de raça e gênero para egressos do sistema carcerário ACESSAR

Segunda edição do Enegrecendo a Comunicação discutirá racismo estrutural

Autor: Redação Mundo Negro Data da postagem: 15:00 03/11/2016 Visualizacões: 7798
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Segunda edição do Enegrecendo a Comunicação discutirá racismo estrutural / Foto: Mundo Negro

No dia 17 de novembro, quinta, às 19h, na Fapcom, acontece o cine debate a partir do documentário Negros Dizeres, do diretor Hugo Lima, com mediação de Gabriela Moura, Relações Públicas, co-fundadora do Não Me Kahlo e co-autora do livro #MeuAmigoSecreto: Feminismo Além Das Redes. O evento celebra o Novembro Negro, mês dedicado à discussão e reflexão sobre a situação das pessoas negras no Brasil.

O debate o objetivo refletir as ações efetivas contra a normatização da violência contra pessoas negras e questionar como o racismo afeta pessoas negras e brancas inseridas nos mesmos espaços. Pensando na comunicação como uma alternativa importante para engajar e em longo prazo transformar os indivíduos, o encontro torna-se uma maneira de estudantes e profissionais da área refletirem sobre o papel da mídia.

Ainda hoje, o racismo é tratado como patologia e não como estrutural e estruturante, como defendido por muitos estudiosos. O argumento de pesquisadores é sustentado pela idéia de que relações são constituídas em um padrão de normalidade. Segundo Silvio Almeida, podemos definir o racismo estrutural em três dimensões: econômica, política e subjetiva, das quais a pessoa negra, principalmente mulheres, encontram-se na base da pirâmide social.

O encontro tem mediação da historiadora Suzane Jardim e a presença do produtor e diretor do documentário. A produção discute, a partir das experiências pessoais, os primeiros contatos com o racismo evidenciando os espaços onde o crime acontece e suas influências na saúde mental e na autoestima de pessoas negras, desde a infância.

O primeiro Enegrecendo a Comunicação (2015) contou com a presença de profissionais da área para falarem sobre os desafios da produção acadêmica feita por militantes.

Enegrecendo a Comunicação
Dia:
 17/11, das 19h às 22h
Local: FAPCOM – Rua Major Maragliano, 191. Vila Mariana, São Paulo – SP

(11) 2139-8500

Evento gratuito com inscrições antecipadas para emissão do certificado de participação até 16/11 – bit.ly/Enegrecendo_Comunicacao

Evento no Facebook: 
https://www.facebook.com/events/886447651485894/

Leia também:

Ciclo de debates discute impacto do racismo nas artes e na educação

Somos mulheres, somos negras, somos mães: essa é a tríade que nos une!

Eventos promovem feminismo negro com rodas de samba e de conversa

 

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: