Chamada Pública: ReIntegrar com equidade de raça e gênero para egressos do sistema carcerário ACESSAR

Campanha arrecada doações para alimentar 220 mil famílias brasileiras

Autor: Lígia Nogueira Data da postagem: 10:02 19/03/2021 Visualizacões: 301
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Campanha Tem gente com fome arrecada doações para alimentar famílias na pandemia/Imagem: Reprodução: UOL

Uma campanha nacional lançada na terça-feira (16) deu início a um financiamento coletivo para arrecadação de fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia.

A iniciativa "Tem gente com fome" tem o objetivo principal de arrecadar alimentos em cestas básicas para entregar a 222.895 famílias em todas as regiões do Brasil que foram mapeadas pelas organizações e redes que coordenam a ação: Coalizão Negra por Direitos, Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Associação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas —Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário e Grupo Prerrogativas.

Contribuições de diversos valores podem ser feitas pelo site https://www.temgentecomfome.com.br/

Segundo os organizadores, as doações serão revertidas em alimentos, produtos de higiene e produtos de limpeza.

Por meio da ação permanente nos territórios onde as organizações da Coalizão Negra atuam, a ideia é também estimular a formação de mutirões solidários para atuar na entrega de cestas básicas, EPIs e material de higiene, além de auxiliar na organização e no acompanhamento das famílias para locomoção de idosos para vacinação, mobilização para defesa e conscientização sobre isolamento social.

Artistas como Camila Pitanga, Antonio Pitanga, Zeca Pagodinho, Emicida, Zezé Motta, Ailton Graça, Tulipa Ruiz, Alzira Espíndola, o escritor Milton Hatoum, a chefe de cozinha Bel Coelho, o líder indígena Ailton Krenak, as filósofas Sueli Carneiro, Cida Bento e Djamila Ribeiro e a jornalista Flávia Oliveira também apoiam a iniciativa (assista no vídeo acima).

O nome da campanha é inspirado no poema "Tem gente com fome", do pernambucano Solano Trindade, poeta, escritor, teatrólogo, cineasta, artista plástico e militante do movimento negro brasileiro que morreu em 1974.

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: