EDITAL EQUIDADE RACIAL

ACESSAR

Estes atletas olímpicos superaram a depressão para participar da Rio 2016

Autor: Redação Hypeness Data da postagem: 16:30 02/09/2016 Visualizacões: 867
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Estes atletas olímpicos superaram a depressão para participar da Rio 2016

Quando você vê um campeão subindo no pódio, geralmente não é capaz de imaginar tudo que ele precisou enfrentar para chegar tão longe. Além de todas as dificuldades do esporte, conseguir financiamento e muito treino para ser o melhor do mundo em sua modalidade, alguns ainda precisam lutar com a depressão.

Essa é a história que poucos veem por trás dos nadadores Michael Phelps e Joanna Maranhãoe da judoca Rafaela Silva. Todos atletas olímpicos bem sucedidos em suas carreiras, todos com um histórico comum de depressão.

Phelps é o atleta olímpico com mais medalhas de ouro no mundo, mas foi preso por dirigir embriagado e chegou a pensar em suicídio. Joanna foi abusada sexualmente por um ex-treinador durante a infância, tentou suicídio duas vezes e chorava muitas vezes olhando para a piscina onde treina. Rafaela Silva viveu um episódio de depressão após a derrota em Londres e os diversos xingamentos racistas recebidos em consequência disso nas redes sociais.

rafaela

Foto: Toshifumi Kitamura/AFP Foto destaque: Karen Blaha

Para sorte dos três atletas, eles tiveram acompanhamento terapêutico e muito apoio emocional para se recuperar e dar a volta por cima. Graças a isso, eles puderam estar nosJogos Olímpicos Rio 2016, arrasando, como sempre. Recentemente, eles compartilharam suas histórias (nos links acima) para mostrar que o transtorno pode acometer qualquer pessoa – massó pode ser superado por quem busca ajuda.

Leia também:

Atletas refugiados contam os momentos mais emocionantes na Rio 2016.

Ela levou o ouro no RJ e agora está levando eletricidade pra seu vilarejo que vivia sem luz há 40 anos

Conheça o atleta que derrotou Hitler e enfezou os nazistas

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: