EDITAL EQUIDADE RACIAL

ACESSAR

Ela quer ensinar 1 milhão de meninas a programar

Autor: Milly Lacombe Data da postagem: 19:00 06/03/2018 Visualizacões: 2293
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Ela quer ensinar 1 milhão de meninas a programar / Foto: Jonathan Perugia - Divulgação - Reprodução - Revista Trip

Mariéme Jamme poderia ter virado estatística, mas viu sua vida mudar a partir da dedicação aos números. Hoje, comanda o I am the code, que pretende ensinar programação a 1 milhão de meninas

As chances de Mariéme Jamme prevalecer eram mínimas. Abandonada pela mãe aos 5 anos, passou por mais de 28 orfanatos em Dakar, no Senegal, antes de ser separada do irmão gêmeo e traficada para a França, aos 14 anos. Lá, foi abusada sexualmente algumas vezes e precisou viver nas ruas. Não sabia ler ou escrever, não sabia quem era nem o que significavam necessidades básicas como afeto e carinho. Sabia apenas que havia dentro dela uma voz que repetia: “As coisas vão melhorar”. “Se eu visse duas pessoas se beijando ou se abraçando, eu ficava tentada a separar achando que era briga”, disse Mariéme quando nos encontramos para uma conversa durante a viagem que ela fez ao Brasil em outubro. “Minha casa eram as estações de trem e de metrô.”

Marie?me orienta participantes de evento do I Am the Code realizado em abril de 2016, em Uganda, na A?frica / Foto: Jonathan Perugia - Divulgação

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: