Uma vida sem violência: um direito de todas as mulheres!

Autor: Leonardo Fabri Data da postagem: 16:54 17/04/2019 Visualizacões: 1159
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
“Uma vida sem violência: um direito de todas as mulheres” / Foto: CEERT

Saiba tudo o que aconteceu na ação do CEERT e seus parceiros em Cuiabá – MT

Hoje, 17 de abril de 2019, o CEERT e o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (IMUNE-MT), com o apoio do Instituto Avon e em parceria com a Área Técnica de Saúde da População Negra (COAPRE) e a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá – Diretoria de Atenção Básica, realizaram a oficina “Uma vida sem violência: um direito de todas as mulheres”.

Foto: CEERT

“Essa oficina é um primeiro (grande) passo. Ela abre a perspectiva da discussão da violência contra a mulher nas várias instâncias e nos vários espaços da saúde aqui em Mato Grosso. Foi possível ver nos Grupos de Trabalho a dificuldade que é trabalhar esse tema, entendendo que a saúde pública e os seus profissionais devem olhar pra esse fenômeno como algo pertencente ao seu setor. Esta oficina traz esse resgate e traz também a importância da atenção primária de saúde na rede de enfrentamento à violência, trabalhando com promoção e prevenção”.

Nara Sandra do Nascimento – Especialista em Saúde Pública; Área Técnica de Saúde da População Negra – Secretaria Municipal de Saúde – Prefeitura de Cuiabá

Foto: CEERT

“Foi muito importante realizar essa oficina, em especial por estarmos num campo que vincula serviço de saúde e o processo de formação intelectual. As discussões realizadas foram extremamente ricas, com foco no fortalecimento da atenção básica, através dos servidores e servidoras da saúde, bem como chamar a atenção para a importância desse tema estar presente no processo formativo contínuo desses profissionais”.

“Vale destacar a presença de graduandos e pós-graduandos, com ênfase em pesquisadores da enfermagem e da saúde coletiva. Tivemos a oportunidade de refletir sobre o trabalho dos agentes comunitários de saúde, dos desafios colocados, em especial por eles serem do território, de estarem lidando tanto com a violência externa, quanto a que estão sujeitos. Esse projeto traz reflexões sobre como o serviço desses profissionais também pode servir de respaldo para a prevenção e como se pode construir, efetivamente, uma rede de proteção e de enfrentamento da violência contra a mulher na cidade de Cuiabá”.

“Como um dos resultados da oficina, ao levar os participantes e as participantes à refletirem sobre o atual estágio em que estamos e para onde devemos caminhar, foi recorrente a necessidade de dar prosseguimento a esse processo”.

Maria Inês Barbosa - PHD em Saúde Pública - CEERT

Foto: CEERT

Foto: CEERT

Foto: CEERT

Foto: CEERT

Foto: CEERT

Esta é a quarta região do país que recebe o projeto. Cerca de 500 pessoas já passaram por nossas oficinas de capacitação, sendo que pelo menos metade delas é composta por profissionais da saúde.

Foto: CEERT

Foto: CEERT

Em Cuiabá foram 100 pessoas que se dispuseram a discutir e pensar alternativas ao problema da violência de gênero e às intersecções de raça e classe existentes, de prontidão desde as 07:30 da manhã. A todos e todas, nosso muito obrigado.

PROGRAMAÇÃO DA OFICINA

7h30 - 8h: CREDENCIAMENTO

8h – 8h30: ABERTURA

Maria Inês Barbosa - CEERT

Antonieta Luisa Costa - Presidente do Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso

Elaine Morita - Superintendente de Atenção à Saúde/SES-MT

Karine Wlasenko Nicolau - Coordenadora do Curso de Graduação em Saúde Coletiva/ISC/UFMT

8h30 – 9h30: PAINEL “Uma vida sem violência: um direito de todas as mulheres”

Maria Inês Barbosa - PHD em Saúde Pública – CEERT

Josiane Maximiano Jesus Rodrigues - Mestra em Saúde Coletiva;

Nara Sandra do Nascimento - Especialista em Saúde Pública; Área Técnica de Saúde da População Negra - SMS-MT

MEDIADORA: Shirley Santos - CEERT

9h30 – 9h50: Debate

9h50 – 10h10: Intervalo

10h10 – 11h10: Grupos de discussão

11h10 – 11h30: Devolutiva dos grupos

11h30 – 12h30: Próximos Passos

Foto: CEERT

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: