COMUNICADO

LEIA

Corrente Cultural 2016 homenageia Mês da Consciência Negra em Curitiba

Autor: Daniel Ribeiro Data da postagem: 12:00 10/11/2016 Visualizacões: 752
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Corrente Cultural 2016 homenageia Mês da Consciência Negra em Curitiba / Foto: Nação Z

A Corrente Cultural 2016 de Curitiba acontece entre os dias 14 e 20 de novembro com homenagem ao Mês da Consciência Negra. A data é celebrada no dia 20 e faz referência à morte, em 1695, de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. A Corrente Cultural 2016 traz em sua programação mais de 100 eventos culturais, em sua grande maioria gratuita.

Várias atrações estarão relacionadas à música e à cultura afro-brasileira, com destaque para a Linha Preta, um roteiro com os principais pontos históricos da população negra em Curitiba. O Afro Arte terá debates, oficinas, cursos e até gastronomia ao som do grupo Paranambuco.

Entre as atrações musicais, a Corrente irá reunir as cantoras e compositoras Karol Conka, Tássia Reis e Janine Mathias. O show será na tarde do dia 19 de novembro (sábado), com uma apresentação gratuita na Boca Maldita.

Também se apresentam Conde Baltazar, Gripe Forte, Trombone de Frutas, entre outros artistas, em palcos montados na Boca Maldita, na Rua São Francisco, que vem se tornando um ponto de encontro dos curitibanos nos finais de semana, e no Edifício Tijucas, onde acontece o já conhecido Tijucão Cultural.

Linha Preta

Em referência ao Dia da Consciência Negra, a Corrente Cultural, a principal atividade é a Linha Preta, que proporciona um passeio pela história da população negra de Curitiba. O trajeto fica no centro da cidade e pode ser feito todo a pé. Conheça o roteiro em http://bit.ly/linha_preta.

O projeto da Linha Preta foi concebido durante o II Congresso de Pesquisadores Negros da Região Sul – Copene Sul, organizado pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros da Universidade Federal do Paraná. O trajeto inicial abarca 13 pontos, entre eles as Ruínas de São Francisco, a Igreja do Rosário, o Memorial de Curitiba, a Praça Tiradentes e a Sociedade 13 de Maio.

A tradicional Fest do Rosário, na antiga Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito, também será parte da Corrente. Terá culto inter-religioso, lavação das escadarias e até show de música sacra de várias religiões em um palco montado em frente à Catedral.

Mais eventos

Muitos outros eventos estão incorporados pela Corrente, como o Musicletada, no Centro Cívico, com atrações a serem confirmadas. Também fazem parte da programação o lançamento do livro “Oralidades Afroparanaenses: Fragmentos da Presença Negra na História do Paraná”, dia 9, no Teatro da Reitoria; o show do grupo de rap Lá Klika, nascido na África; a exposição “Ubuntu: Eu sou nós”, de temática afro, no Memorial de Curitiba; o Ciclo de estudos sobre a formação de blocos afro Ajogum Afrocor, dia 15, na Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento; contação de histórias que representam a cultura afro-brasileira, nas Casa da Leitura, e aulões de capoeira nos Núcleos Regionais da FCC.

A programação completa da Corrente Cultural 2016 está publicada na edição de novembro do Guia Curitiba Apresenta, disponível no site da Fundação Cultural de Curitiba: https://issuu.com/ctbaapresenta/docs/guia_curitiba_apresenta_113_novembr.

Investimento

Mesmo com cortes orçamentários e com a desistência de patrocinadores, a Prefeitura Municipal optou por manter a Corrente Cultural, tendo ainda o cuidado de não gerar dívidas para a próxima gestão. Assim, mesmo reduzido, o evento acontecerá na cidade graças a apoios, parcerias, muita criatividade e com intensa participação de artistas e produtores locais.

O investimento total da Prefeitura com o evento durante os sete dias é de aproximadamente R$ 20 mil, que serão destinados para pagamento de infraestrutura (palcos, som, luz, banheiros químicos). A FCC não realizou este ano o edital de contratação de bandas, que acontecia desde 2013. Todas as atrações musicais foram escolhidas por projetos parceiros, ou são projetos realizados pela Lei Municipal de Incentivo ou contrapartidas sociais destes projetos.

Confira a programação completa da Corrente Cultural 2016 no site da Fundação Cultural: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Leia também:

Teatro do Incêndio tem programação especial no Dia da Consciência Negra

MI desenvolve programação para o mês da Consciência Negra

Vem aí a 2° edição da Marcha do Orgulho Crespo de Porto Alegre

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: