EDITAL EQUIDADE RACIAL

ACESSAR

Com distribuição gratuita para 1800 escolas, Afreaka lança Coleção 'África sem estereótipos'

Autor: Flora Pereira Data da postagem: 12:00 07/02/2017 Visualizacões: 2453
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Com distribuição gratuita para 1800 escolas, Afreaka lança Coleção 'África sem estereótipos' / Imagem: Divulgação - Afreaka

Evento terá participação especial do pensador Kabengele Munanga, da chef afro-baiana Surama Caggiano e da cantora Ericah Azeviche

Com conteúdo apurado in loco, em 15 países africanos, a Coleção de Publicações “Afreaka: África sem estereótipos” busca estabelecer diálogos entre a cultura brasileira e as produções culturais da África contemporânea, apresentando, em artigos e entrevistas, um continente protagonista, inovador e sócio-culturalmente ativo, distante da imagem estereotipada das grandes mídias.

Para promover o cumprimento da Lei 10.639/03 e reforçar a presença de África nas instituições de ensino, o Afreaka distribuirá gratuitamente a coleção em 1800 escolas públicas de todo o estado de São Paulo. De natureza multidisciplinar, o objetivo é que as publicações possam servir como uma fonte de conhecimento didático sobre as sociedades africanas, suas culturas e formas de expressões artísticas atuais; conjugando-o com a estratégia e perspectiva proposta dentro dos parâmetros curriculares e modalidades de ensino.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, barba e chapéu

A imagem pode conter: 1 pessoa

A imagem pode conter: noite e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa

A coleção contará com:

Volume 1 - Mídia, Literatura, Arte, Grandes Impérios e Identidade
Volume 2 - Línguas, Autenticidade, Sustentabilidade, Tecnologia e Filosofia
Volume 3 - Grafite, Sociedades Tradicionais, Música, Dança e Grandes Cidades
Volume 4 - África nas Escolas - sugestão de atividades e exercícios para a sala de aula.

Espera-se que cada publicação possa servir tanto para alunos, professores e multiplicadores da educação, mas também para um público muito mais amplo: aquele que busca entender e resgatar a identidade brasileira, não deixando de lado essa grande e importante parte de sua origem. Educação e cultura unidas para o desenvolvimento de uma perspectiva crítica a acerca da África, muito mais próxima do Brasil do que se imagina, na sala de aula, mas também, fora dela.

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, comida e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé, noite e close-up

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, bebida, câmera e listras

A coleção estará a venda no dia para público geral, pelo valor de R$50,00 no lançamento e no site (www.afreaka.com.br) após o lançamento.

Este projeto foi contemplado pelo Edital Proac Publicações Culturais da Secretaria de Cultura. A distribuição e divulgação da revista será feito em parceria com a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Fundação Rosa Luxemburgo e Baobá Comunicação e Cultura.

Evento de Lançamento

O lançamento que acontecerá no Cine Olido, Galeria Olido (Av. São João, 473, Centro - São Paulo / SP), no dia 13 de fevereiro, às 18h30, terá:

Mesa de debate com:

- Kabengele Munanga, antropólogo e professor congolês especialista em antropologia da população afro-brasileira, atentando-se a questão do racismo no Brasil. Ele já foi agraciado com a Ordem do Mérito Cultural.
- Mahfouz Ag Adnane, antropólogo maliano, doutorando em História. Estuda o Saara e a sociedade Tuaregue. É pesquisador da Casa das Áfricas e membro do CECAFRO, Centro de Estudos Culturais Africanos e da Diáspora.
- Flora Pereira, autora da coleção e fundadora do projeto Afreaka

Intervenção gastronômica com Surama Caggiano

Apresentação musical de Ericah Azeviche e Ana Carolina

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: