EDITAL EQUIDADE RACIAL

ACESSAR

Espaço voltado para comunidade negra é inaugurado em Uberaba

Autor: MGTV e G1 Triângulo Data da postagem: 09:30 08/08/2017 Visualizacões: 715
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Agnes Maria, uma das idealizadoras do projeto, explica como funciona o Afroespaço / Foto: Reprodução - TV Integração - G1

Diversas atividades serão realizadas no 'Afroespaço', no Bairro Abadia.

O “Coletivo AFROntar-se”, grupo organizado em Uberaba para ser uma referência da identidade étnico-racial africana, no contexto histórico e prático, ganhou uma nova sede na sexta-feira (4). O “Afroespaço”, que fica na Rua Guia Lopes, nº1.141, no Bairro Abadia, vai abrigar uma biblioteca, sala de estudos e todos os projetos do coletivo.

O grupo surgiu há cerca de dois anos, após a primeira roda de conversa do projeto “Empoderação das Pretas”. Devido às demandas relatadas pelas mulheres negras presentes no evento, as organizadoras sentiram a necessidade de fundar um coletivo que pudesse trabalhar não apenas com assuntos relativos ao racismo, mas uma organização que trabalhasse resgate étnico-cultural da ancestralidade africana.

“No espaço vai passar a acontecer as atividades que a gente já realiza nestes dois anos, como grupo de estudos, espaço para a comunidade se encontrar e conversar sobre as questões étnico-raciais. Também vamos ter biblioteca, que vai estar aberta para as pessoas pegarem livros emprestados. É um espaço de acolhimento, principalmente para vítimas de racismo, e espaço para se conhecer a história do negro no Brasil e no mundo”, contou Agnes Maria, idealizadora.

O Coletivo AFROntar-se promove diversas atividades como Empoderação das Pretas, grupo de estudos tratando da história de forma afrocentrada; Empoderação Kids, roda de conversa com as crianças; roda de conversa dos homens negros, participação em palestras e eventos.

Para participar das atividades realizadas pelo coletivo o contato pode ser feito pelo Facebook ou pelo e-mail coletivoafrontarse@gmail.com.

 

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: