16 anos da Lei 10.639: Confira lista com os 16 melhores filmes sobre a temática racial que estão na Netflix

Autor: Redação CEERT Data da postagem: 16:31 21/01/2019 Visualizacões: 2815
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
16 anos da Lei 10.639: Confira lista com os 16 melhores filmes sobre a temática racial que estão na Netflix / Foto: Christopher Aluka Berry - Reuters - Reprodução - HuffPost Brasil

Para comemorar os 16 anos da Lei 10.639, que altera a LDB -Lei de Diretrizes e Bases da Educação, tornando obrigatório o ensino da História e da Cultura Africana e Afro-brasileira nas escolas, o CEERT preparou uma lista com os 16 melhores filmes que estão no catálogo da Netflix que debatem a questão racial, para entendermos a importância do acesso a história e a cultura Africana e Afro-brasileira, dessa forma, produtores e cineastas teram referências que valorizem a ancestralidade, a negritude e a realidade da população negra. Confira!

1- 12 Anos de Escravidão

Em 1841, Solomon Northup é um negro livre, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa enfrentar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos, ele passa por dois escravizadores, Ford e Edwin Epps, que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços, sua liberdade.

 

2- Cidade de Deus

Buscapé (Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, negro e muito sensível, que cresce em um universo de muita violência. Buscapé vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.

3- Histórias Cruzadas

Nos anos 60, no Mississippi, Skeeter é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark, a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.

 

4- Raça

A história de Jesse Owens, atleta americano que superou o racismo e não só participou dos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936, em pleno regime nazista, como conquistou quatro medalhas de ouro.

5- Selma, Uma Luta Pela Igualdade

A história da luta de Martin Luther King Jr. para garantir o direito de voto dos afrodescendentes - uma campanha perigosa e aterrorizante que culminou na marcha épica de Selma a Montgomery, Alabama, e que estimulou a opinião pública norte-americana e convenceu o presidente Johnson a implementar a Lei dos Direitos de Voto em 1965. Em 2015 é comemorado o 50o. aniversário deste momento crucial no Movimento dos Direitos Civis.

 

6- Bem-vindo a Marly-Gomont

É a história real de Seyolo Zantoko (Marc Zinga), médico do Congo, que é recém-graduado na França. Ele resolve morar numa pequena aldeia francesa, chamada Marly-Gomont. Super animado, liga para sua família para comunicar a mudança de todos para lá. Mas as coisas não saem bem como o esperado. A vila é bem pequena, e a grande maioria dos moradores é bem preconceituosa. O maior objetivo de Seyolo, junto com sua família, é de vencer o preconceito, antes mesmo de poder exercer seu papel de médico.

7- A 13ª Emenda

Acompanha a criação da décima terceira emenda à Constituição dos Estados Unidos. "Não haverá, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar sujeito a sua jurisdição, nem escravidão, nem trabalhos forçados, salvo como punição de um crime pelo qual o réu tenha sido devidamente condenado". Se propõe uma avaliação do impacto dela na vida dos afro-americanos.

 

8- À Procura da Felicidade

Chris Gardner enfrenta uma vida difícil. Despejado de seu apartamento, este pai solteiro e seu filho não têm onde morar. Chris consegue um estágio não remunerado em uma firma de prestígio. Sem dinheiro, os dois são obrigados a viver em abrigos, mas Chris está determinado a criar um vida melhor para ele e seu filho.

 

9- What Happened, Miss Simone?

Conheça a vida da cantora, pianista e ativista Nina Simone com gravações inéditas, imagens raras de arquivo, cartas e entrevistas de pessoas próxima da cantora. O documentário retrata uma das artistas mais incompreendidas de todos os tempos.

10- O Sol é para Todos

O filme é baseado no livro de Harper Lee sobre uma cidade cheia de preconceitos no sul dos Estados Unidos na década de 30. A história é contada sob a perspectiva de duas crianças cujo pai é um advogado liberal que defende um lavrador negro acusado de estupro.

11- Maya Angelou and Still I Rise

A escritora Maya Angelou, que faleceu em 2014 aos 86 anos, se tornou a mais conhecida escritora afro-americana, mas foi também uma poetisa, artista performática e ativista, que superou o racismo e o terrível abuso que sofreu ainda criança para se tornar uma das vozes mais poderosas da cultura norte-americana. O filme traz imagens inéditas da autora, revelando um retrato íntimo e geralmente desconhecido de sua vida pessoal e pública através do poder das suas próprias palavras. Este é o primeiro documentário feito sobre Maya Angelou e foi dirigido por dois de seus amigos mais próximos. Sundance 2016.

12- The Black Panthers: Vanguard of the Revolution

Os Panteras Negras: Vanguarda da Revolução é um documentário americano de 2015 dirigido e escrito por Stanley Nelson Jr. O filme combina filmagens de arquivo e entrevistas com panteras sobreviventes e agentes do FBI para contar a história da revolucionária organização negra Black Panther Party.

13- Cidade de Deus: 10 Anos Depois

O título resgata os 10 anos passados desde o lançamento de "Cidade de Deus", longa de Fernando Meirelles e Kátia Lund, que recebeu quatro indicações ao Oscar e incontáveis prêmios em todo o mundo.

14- Beasts of no Nation

Separado da família durante a guerra civil, um garoto africano é obrigado a lutar ao lado de mercenários e se tornar um menino-soldado de guerrilha.

15- Eu Não Sou Seu Negro

O produtor Raoul Peck usa o livro inacabado de James Baldwin sobre o racismo nos EUA para examinar as questões raciais contemporâneas, com relatos sobre as vidas e assassinatos dos lideres ativistas Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Jr.

16- Hotel Ruanda

Durante os conflitos políticos entre hutus e tutsis que mataram quase um milhão de ruandenses em 1994, Paul Rusesabagina, gerente do Hotel des Milles Collines, na capital do país, toma a decisão corajosa de abrigar sozinho mais de 1.200 refugiados.

Bônus: Não podiamos deixar de mencionar essas sérias sensacionais, que debatem a temática racial em episódios bem constrídos e narrativas envolventes.

Dear White People

A série acompanha um grupo de estudantes negros de uma importante universidade dos Estados Unidos, pertencente à Ivy League, cuja maioria dos alunos é branca. Dear White People retrata como esses personagens lidam com o racismo no campus da universidade. Depois de uma festa de Halloween, com a temática blackface, organizada por um grupo de alunos brancos, várias tensões raciais se desenrolam no ambiente acadêmico. São 10 episódios, cada um focando um dos personagens centrais, incluindo Sam White (Logan Browning), a criadora do programa de rádio que dá nome ao seriado.

The Get Down

Na Nova York de 1977, a talentosa juventude do South Bronx persegue sonhos e uma nova forma de expressão que mudará a história da música.

 

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: