Educação Básica - Projetos e Artigos científicos ACESSAR

Direito à memória: projeto cria site da Pinacoteca de Mauá e adquire obras de artistas negros, japoneses e mulheres para o acervo público

Autor: Marcela Schiavon Data da postagem: 10:45 02/03/2021 Visualizacões: 114
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Imagem: Reprodução - Pinacoteca Mauá

As Pinacotecas são acervos com importância documental, histórica e de registro sobre a cidade e os artistas regionais. Os locais possuem uma relação muito íntima com a construção de identidade munícipe e até em nível nacional, pois resgatam e organizam memórias coletivas. Lá estão presentes muitas das produções artísticas a respeito da cidade ou aquelas que foram produzidas por artistas. E, também, há obras de artistas de outras cidades que de alguma forma chegaram até o município. O acervo é constituído por telas, esculturas, gravuras, documentos, instalações, fotografias, entre outros.

A Pinacoteca Municipal de Mauá é responsável pela preservação de aproximadamente 400 obras, entre esculturas, pinturas, desenhos, gravuras e fotografias, além de centenas de documentos, registros históricos e 436 livros de arte disponíveis para consulta no local. Foi criada por meio do decreto no 6.501, de 28 de novembro de 2003, e desde então localiza-se numa seção dentro do Teatro Municipal de Mauá. Apresenta exposições temporárias ao longo de todo o ano, além da exposição permanente de obras do acervo que podem ser vistas nas paredes do piso superior do Teatro.

Valorização de artistas locais e da diversidade

No novo projeto da Pinacoteca Digital de Mauá - Ampliação do acervo municipal e Direito à memória (apoio do Proac Municípios - 03/2020) estarão presentes seis artistas: Talita Rocha (com 7 obras), Yasuichi Kojima (2 obras), Nenesurreal, Sheyla Ayó, Lisa Mangussi Novíssimo Edgar (1 obra). Vale ressaltar que há presença majoritária de mulheres negras e que cinco artistas são do ABCDM paulista, o que valoriza a cultura local e a diversidade.

direito à memória presente não está somente em relação ao acervo do município, mas também diz respeito a essa produção artística das diversas vozes envolvidas. Essas narrativas plurais construídas pela identidade brasileira, que são sistematicamente apagadas desses espaços de arte, institucionais e legítimos de memória e de valorização, são estimadas nesse novo projeto.

Pinacoteca Digital de Mauá

O projeto Pinacoteca Digital Mauá (apoio Fafc - 01/2019) trouxe a junção de todo esse conhecimento em forma de site, possibilitando que a informação e o conteúdo sejam dissipados entre diversas pessoas de diferentes localidades. Dessa forma, criar um portal permite que as obras e o repertório de produção artística local sejam vistos de forma mais ampla, expansiva e acessível.

Assim, o site tem como finalidade a preservação da memória da cidade de Mauá, de modo a resguardar o património digital da Pinacoteca. E, claro, a inserção desses artistas na memória e na história da arte brasileira. Os quadros de pintores nacionais e internacionais e o acervo permanente, focado na arte nacional ou da região, estão disponíveis para o público geral.

Serviço

Site

Acesse o site e confira o acervo digital: https://www.pinacotecamaua.com/
Espaço físico
O local foi inaugurado em 08 de dezembro (aniversário da cidade de Mauá), há 18 anos, e é responsável por diversas obras de arte e documentos históricos pertencentes ao município.
Horário de funcionamento: das 9 às 18h*
Telefone para contato: (11) 45127480
Endereço: Rua Gabriel Marques, número 353 - Vila Noemia, Mauá - SP (CEP: 09370- 575)
*sujeito à mudança devido á pandemia

Responsáveis pelo novo projeto:

Bruno Amorim (fotógrafo);
Marcela Schiavon (jornalista);
Maria Luiza de Meneses (pesquisadora em história da arte que realiza a curadoria do projeto).

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: