Ato pela aprovação do Dia Nacional do Candomblé acontece na ALESP; uma ação de Leci e Vicentinho

Autor: Redação Deputada Leci Brandão Data da postagem: 12:33 14/03/2019 Visualizacões: 270
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Deputado Federal Vicentinho (PT/SP) e Deputada Estadual Leci Brandão (PCdoB/SP) / Foto: Assessoria Comunicação Deputada Leci Brandão - Reprodução - ALESP

A atividade, que está marcada para 25/3, é convocada pelo deputado federal Vicentinho (PT/SP) e deputada estadual Leci Brandão (PCdoB/SP), conta com o apoio de diversas entidades nacionais e lideranças religiosas e tramita no Senado.

Assessoria da Deputada Leci Brandão l Março de 2019

Cultura, arte, identidade, memória, tradição e religiosidade caminham juntos nos ritos sagrados das Nações do Candomblé no Brasil. Atentando para a importância dessa riqueza cultural e para o avanço do discurso fundamentalista e racista no país, a deputada Leci Brandão e o deputado Vicentinho promovem mais uma ação de apoio ao PL 3551/2015, que institui o Dia Nacional das Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé a ser comemorado anualmente no dia 30 de setembro. O ato solene acontece em 25/3, às 19h00, no plenário Teotônio Vilela da Assembleia Legislativa de São Paulo, um evento público e aberto a todas as pessoas interessadas no tema.

Convite digital

Para Leci, o culto ao Candomblé possibilitou que parte considerável da história da população negra fosse recuperada. Para ela, trata-se de uma “tradição que expressa a nossa identidade afro-brasileira, que permitiu e permite o constante resgate da nossa ancestralidade, das nossas memórias de resistência política, cultural e, também, espiritual que acontece por meio dos nossos orixás, voduns e inquices”, explicou Leci. Para o deputado Vicentinho, autor do projeto, a participação das pessoas é fundamental para a aprovação do PL. “Vamos participar, quanto mais a gente participar, mais pressão a gente faz para transformar esse objetivo em realidade”, enfatizou Vicentinho que, assim como Leci, tem grande histórico político de luta contra a intolerância e o racismo religioso. O deputado também dirige a convocação para todas as pessoas que têm apreço pela pluralidade de vozes e culturas, dirigindo o convite ao “povo do Axé, quem não é do axé, de todas as religiões, também sem religião, quem luta pela vida, quem luta pelo respeito à fé dos outros, quem luta contra a intolerância”.

Histórico do Projeto de Lei 3551/2015

De acordo com a justificativa do projeto, esta proposta já havia sido apresentada pelo ex-deputado federal Carlos Santana, do PT/RJ, em 01/6/2010. Com o término de seu mandato, a proposta foi arquivada e reapresentada por Vicentinho em 2015, atendendo à uma demanda dos povos de tradições de matrizes africanas. Desde então, o deputado vem realizando diversas atividades pelo país para mobilizar adeptos e não adeptos pela aprovação do PL. A proposta já foi aprovada na Câmara dos Deputados e agora tramita no Senado, tendo sido aprovada em todas as comissões parlamentares. A aprovação do Dia Nacional do Candomblé também contribuiria para a Década Internacional dos Afrodescendentes proclamada pela ONU por meio da resolução 68/237. Ainda segundo a justificativa do PL 3551/2015, somente em Salvador (BA), existem 2.230 terreiros registrados pela Federação Baiana de Cultos Afrobrasileiros, cerca de 3 milhões de brasileiros, ou 1,5% da população total, declararam o Candomblé como sua religião. Originário da África, da cidade de Ifé, comunidade da etnia Iorubá, também conhecida como Nagô, localizada no Sudoeste da atual República Federal da Nigéria, o Candomblé desembarcou no Brasil no século XVI junto com as grandes levas de negras e negros escravizados. Foi perseguido e proibido por muito tempo. Mas, ainda hoje, sofre com o preconceito, racismo e fundamentalismo religioso também presentes na cultura brasileira.

Leia a justificativa completa do Projeto de Lei aqui.

Serviço:

Ato Solene Pela Aprovação do PL 3551/2015
Dia Nacional das Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé
25 de março l 19h00 l Segunda
Plenário Teotônio Vilela
Av. Pedro Álvares Cabral, 201, 1º andar, Ibirapuera, São Paulo/SP

Iniciativa e Realização
Assembleia Legislativa de São Paulo
Deputado Vicentinho (PT/SP)
Deputada Leci Brandão (PCdoB/SP)

Confirme presença no Evento!

Associações e Entidades que apoiam o PL de n° 3551/15

? Agente de Pastoral Negros do Brasil - Pastoral Afro (APNs)
? Associação Cultural Filhos de Ganga Zumba - Afoxé, Cubatão/SP
? Associação dos Mestres e Maestros do Candomblé Brasileiro (A.M.M.C.B.)
? Associação Nacional Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (ACBANTU)
? Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira (CENARAB)
? Instituto Cultural e Educacional Fazendo o Bem
? Instituto Nacional de Tradição e Cultura Afro-Brasileira de São Paulo (INTECAB/SP)
? Produtora Cultural Otás D'Mar
? Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde (RENAFRO)
? Revista Tribuna Afro-Brasileira
? Secretaria Estadual de Combate ao Racismo (CUT/SP)
? Secretaria Estadual de Combate ao Racismo PT-SP
? Secretaria Nacional de Meio Ambiente e Desenvolvimento do PT (SMAD/PT)
? Setorial Racial de Combate ao Racismo PT/SBC
? União de Negros pela Igualdade (UNEGRO)

Mais informações

Secretaria de Gabinete
(11) 3886-6790 – lecibrandao@al.sp.gov.br
*sem estacionamento no local

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: