COMUNICADO

LEIA

Rapper Dughettu sofre preconceito e é 'atacado' por bananas

Autor: Redação Notícias Ao Minuto Data da postagem: 15:30 19/09/2016 Visualizacões: 2017
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Rapper Dughettu sofre preconceito e é 'atacado' por bananas © REPRODUÇÃO / FACEBOOK

O rapper desabafou e disse, que mesmo já tendo sofrido diversos atos preconceituosos, esse teria sido o que mais o fez se sentir mal

Neste domingo (18), o rapper Marcello Silva, o Dughettu decidiu fazer um desabafo em seu perfil no Facebook e relatou um caso de preconceito que sofreu no Rio de Janeiro. O músico, que foi vítima de um ataque racista, contou que tinha parado o carro dele na rua e ao voltar o veículo tinha sido atingido por bananas.

Rapper Dughettu sofre preconceito e é 'atacado' por bananas © REPRODUÇÃO / FACEBOOK

Daghettu revelou que a identidade do autor ainda é desconhecida, porém ele fez um registro do caso em uma delegacia, e agora aguarda as investigações.

O rapper desabafou e disse, que mesmo já tendo sofrido diversos atos preconceituosos, esse teria sido o que mais o fez se sentir mal.

Confira o desabafo do rapper Daghettu:

Racismo sem rosto. Entre bananas e 111 tiros. A saga continua... Hj fui vítima de um ataque racista. Fui junto com meu irmão fazer a eutanásia do meu cão de 19 anos que estava em estágio terminal na clínica GATO XADREZ em São Cristóvão. Parei meu carro num estacionamento de rua ao lado de uma fileira de 15 carros. Fiquei por 30 min na clínica e ao retornar me deparei com meu carro desenhado com cascas de banana. A identidade do autor ainda é desconhecida, fiz um R.O e a partir de amanhã início uma investigação através das câmeras de vigilância pra tentar identificar a pessoa. Seja como for, esse foi um tiro de elite. Mesmo já tendo sofrido diversos atos preconceituosos, esse me derrubou. Quem me conhece sabe que enfrento esses problemas sempre com muita força.Mas confesso que esse tiro de hj foi pesado. O GUETO sangrou e esta de luto, mas tenham certeza que vai continuar de pé ! #mundoreal

Leia também:

7 frases que devemos parar de falar para acabar com o racismo

Bahia terá atendimento especializado para vítimas de racismo, homofobia e intolerância religiosa

Dentista teresinense faz post lamentando racismo de pacientes

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: