Educação Básica - Projetos e Artigos científicos ACESSAR

Insalubridade no Trabalho, Meio Ambiente e Raça: O Caso dos Trabalhadores das Siderúrgicas


Editora: CEERT

Autor: MARIA APARECIDA SILVA BENTO E LIA GIRALDO

Publicado: 1997

Em Setembro de 93, em Belo Horizonte, a denúncia do negro Cerezo, Coordenador do Comitê de Leucopênicos de Volta Redonda, deixava perplexa uma plenária de mais de cem dirigentes sindicais - a utilização pelas empresas da cor/raça como explicação para surgimento de leucopenia em trabalhadores negros. Precisando desbravar este minado terreno onde cor/raça toca a biologia, o projeto “Insalubridade no Trabalho, Meio Ambiente e Raça: O Caso dos Trabalhadores das Siderúrgicas” aponta desmitificação da questão e indicar as áreas na quais se faz necessário um novo enfoque do problema. Fazer eco à voz solitária e isolada dos leucopênicos foi o propósito do trabalho cujos resultados parciais disponibiliza para advogados, médicos, peritos, sindicalistas e todos quantos sonhem com um Brasil mais justo. O projeto foi dado um passo significativo, ainda que inicial, no sentido da superação do problema e enfatizando o importante papel desempenhado pelo movimento sindical, em particular pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Santos, no sentido de garantir crescente visibilidade à temática do benzenismo. O material foi realizado pelo CEERT - Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades com apoio da Fundação MacArthur, contendo bibliografia nacional e internacional sobre aspectos médicos, jurídicos e ambientais relativos ao tema. Os interessados podem adquirir o livro gratuitamente, solicitando no e-mail contato@ceert.org.br.

Relacionados